Cidades do noroeste mineiro precisam somar forças

Natural de Paracatu, Arquimedes Borges retornou à cidade logo após se formar em Economia, em Brasília. No município, conta, “prosperei como produtor, gestor e cheguei a ser, ainda jovem, prefeito por dois mandatos com ampla aprovação popular”. 

E justamente por isso, o economista e empresário está preocupado com os rumos do noroeste mineiro. “Nenhum projeto político no Noroeste conseguiu ir além de suas fronteiras regionais, de um conjunto que agrupa 19 municípios e que soma cerca de 300 mil eleitores”, avalia.

Artigo completo no site Tudo Rondonia